Filósofo Sexual


“Peter?”

“Hmm?”

“Nunca encontrei alguém que gostasse tanto de sexo quanto você. Estou me sentindo uma … sei lá, uma escrava sexual de você, e estou tão feliz. Aquele dia no trem … você ficou ereto a viagem toda. Mais de duas horas.”

Eles tinham ido a Paris num fim semana pelo Eurostar, o trem que passa por baixo do Canal da Mancha. Você sai de St Pancras e chega à Gare du Nord. Direto de uma área central de Londres para outra de Paris. Ao voltarem, Tania encostou-se delicadamente em Peter e dirigiu discretamente para o meio das coxas dele a ponta de seus dedos cujas unhas estavam pintadas com os naipes do baralho. Era assim que Ibiza Girls, as lendárias massagistas do Empire Casino em Leicester Square, pintavam as unhas.

“Por que tanto apetite, Peter?”

“É uma resposta ao tédio que sinto, Tania. Acho a vida, basicamente, sofrimento. Perdas, traições, decepções. Schopenhauer dizia que a pior coisa que pode acontecer a alguém é nascer, e eu parcialmente concordo. O sexo é uma trégua, um intervalo precário e glorioso, neste ciclo infindável de dor.”

“Peter?”

Ela passou as mãos pelo cabelo loiro, genuinamente branco como a neve que nos últimos dois invernos voltara a Londres. Peter achava tão inocente esse gesto casual que ficava tocado.

Uma menina, uma garotinha aos 23 anos.

“Hmm?”

“Se houvesse nas universidades uma disciplina de filosofia sexual, você poderia ser catedrático. Você é um filósofo sexual.”

“Quanta honra, Tania. Raras vezes recebi um elogio tão profundo. Pena que não possa contar isso para a minha mãe.”

Riram, os olhos de um fixados nos do outro.

“Peter?”

“YA lyublyu tebe.”

Isso era a única coisa em ucraniano que ele conhecia.

Te amo.

2 Respostas to “Filósofo Sexual”

  1. Janaina Barbosa Says:

    Conheço alguém que tem exatamente a mesma filosofia de Peter… Ótima filosofia, by the way😉

  2. sergio sufi Says:

    A Ponte e a Fila
    A HISTÓRIA DE UM FILHO DA PUTA HONESTO
    A VENDA NA LIVRARIA SARAIVA

    Resumo
    O grau de honestidade, de certa forma, sempre foi tratado como um tabu. A esperança em encontrá-lo de forma satisfatoria nas outras pessoas é o que fazem alguns não enterra-lo dentro de si próprio de uma vez por todas. Ninguém quer ser vitima dos desonestos, mas, às vezes, fazem vitimas para os iguais.

    Autor
    Sufi, Sergio

    MAIS IMAGENS

    Detalhes
    Em nossa contemporaneidade, mas no passado distante, Laura Santos, uma órfã abandonada no portão de um convento, ainda bebê recém-nascido, foi encontrada pela irmã Sofia, uma freira, que com a ajuda de outras irmãs a criou e a educou dentro dos princípios cristãos. Aos seus dezessete anos, em uma investida de caridade, Laura conheceu Rebeca, uma drogada, interna em um hospício. Laura, em sua ingenuidade, achou ter encontrado uma amiga, porém, Rebeca a desvirtuou dos caminhos e das práticas cristã, levando-a a prostituição. Já pós-Balzaquiana, e conhecendo os dois lados da vida, resolve dar um sentido à sua existência, concebendo um filho e ensinando-o, na sua concepção, o lado mais compensador da vida, pela sua experiência. O certo é que o menino foi aprimorado e se tornou o filho de uma puta honesto! Mas, mesmo na fase adulta, seus empreendimentos eram escassos. Formado em história, vivia conspirando contra a própria história da humanidade; sempre reinventava interpretações, que embora lógicas, não tinha como prová-las. Nos fatos históricos, que podiam ser temperados com profecias, para cada acontecimento, como marco na humanidade, criava hipóteses em forma de teorias, que ele norteava como certa, ainda mais quando essas podiam ser recheadas de algo divino, nestes acontecimentos. Quando perde a mãe por uma doença terrível, desenvolve em si um estado de inércia que nada parecia ter a menor importância. Assim, algo extremamente cotidiano o desperta para vida. Então, resolve ser um político, como forma de ocupar-se e trazer um novo sentido para a sua existência. E daí? Um filho duma puta honesto ele conseguiu ser! E agora como político! Será que ele conseguirá ser um político honesto? Esta é a historia de A Ponte e a Fila!
    Informação Adicional
    A VENDA NA SARAIVA
    Autor Sufi, Sergio
    ISBN 978-85-7923-251-0
    Páginas 243
    Formato

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: