Diferenças


A questão amorosa me traz muitas dúvidas e poucas certezas. Melhor: cada vez mais dúvidas e cada vez menos certezas. Uma dessas é que, para dar certo com uma mulher, você tem que amar basicamente as mesmas coisas. Vou adiante. O ideal é que os dois também detestem basicamente as mesas coisas. O resto é fantasia. Pensar que quando duas pessoas diferentes se juntam uma vai acabar mudando a outra é de uma ingenuidade comovente.

7 Respostas to “Diferenças”

  1. Graça Says:

    Concordo com vc Fabio, um casal tem que ter pontos em comum, uma linha básica onde buscar sustentação, caso contrário, o grau de aceitação tem que ser enorme e com o desgaste natural do tempo pode ruir e se transformar em antipatia e aversão.

    Ninguém muda ninguém…as pessoas se auto transformam quando reconhecem que devem ou querem fazê-lo, conscientemente, e mesmo assim é um processo longo, penoso, e que requer muita determinação.

  2. Cangaceira Says:

    Fábio, me dá um abraço, vaii…

    Veja, só…Se eu tivesse um caminhão a frase seria: “Opostos se atraem e não se mantém”. Essa frase era pra ser minha, covardia…

    Eu, matuta, comprei muita revista capricho e li muito livro de romance e cresci achando que todo homem é uma questão de adaptação. Acredito que isso seja uma maneira aumentar o número de vagas…rs

    Só sei que o certo, o certo mesmo é arrumar um homem do meu jeito: Lindo, engraçado, inteligente e sem um pingo de bom senso.

  3. Red,whathellisthat? Says:

    Com certeza há que ter o mínimo de afinidade!
    Essa história de que os opostos se atraem faz sentido nas primeiras semanas, mas não sustenta um relacionamento a longo prazo.
    Só as afinidades sustentam o dia a dia.
    ;0)

  4. Nina Says:

    “(…) uma vai acabar mudando a outra é de uma ingenuidade comovente.”

  5. Renata Says:

    Certíssimo o que vc escreveu, afinidade em “quase tudo/’ é o que conta, não dá para ficar do lado de alguém que não curte a mesma coisa que vc.

  6. Lorena Says:

    Acho que a questão tá mais pro nível de tolerância aos defeitos do outro. Se os defeitos são toleráveis, maior a probabilidade de sucesso. Mas o que é o sucesso num relacionamento, afinal? Até que a morte os separe? Ou um namoro de cinco anos com altos e baixos já contaria?

  7. Adriana Says:

    Ninguém muda ninguém.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: