Assim falava Tia Iracema


Sócrates da libertinagem, Tia Iracema, Deus a tenha, tinha uma filosofia sexual digna dos gregos da antiguidade.  Coloco aqui sua sabedoria em drágeas, uma por vez.

“No êxtase o berro feminino pode ferir o ouvido do amante, mas o sussurro sentido sempre alcançará o falo.”

3 Respostas to “Assim falava Tia Iracema”

  1. Guta O. Says:

    Para que se possa rever e reviver tão sábias palavras, seria interessante tê-las reunidas em um único post. Tal qual a adorada Tia Iracema, poderiamos sorver como drágeas milagrosas nos momentos oportunos e de forma ágil. Quem sabe os homens voltem no dia seguinte…

  2. Maria Tereza Belumat Says:

    Tia Iracema mereceu um amante que, antes de morrer, tenha escolhido o mesmo epitáfio para o marmóre do seu túmulo que o personagem dom Rigoberto de “Elogio da Madrasta”, de Mario Vargas Llosa, escreveu: “Aqui jaz dom Rigoberto, que chegou a amar o epigástrio tanto como a vulva ou a língua da sua esposa.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: