Sobre a falsidade dos orgasmos


Je T’Aime. Um clássico. Jane Birkin simula um orgasmo. Simulou tão bem que muita gente achou que ela tinha gravado na cama, não no estúdio. Penso em Jane Birkin, uma das mulheres mais lindas de sua era, a típica francesinha que parece ter sido feita para ser possuída, e depois penso naquela cena de Harry e Sally em que Meg Ryan, num bar, finge um orgasmo, para perplexidade de seu acompanhante e de todos ao redor. Uma cena absolutamente brilhante. Me corrigem, Jane Birkin não era francesa, mas inglesa. Há certas ocasiões em que os fatos estão errados, e esta é uma delas: Jane Birkin, mesmo inglesa, é tão francesa quanto Paris.
E me pergunto, numa tarde à toa de final de ano, qual dos gemidos falsos foi mais bem feito, o de Jane ou o de Meg?
Ah, sim, lembro também de uma passagem de Friends em que Chandler diz a Monica que simulara um orgasmo, e depois explica como, e basicamente é com a mesma estratégia feminina: alguns arquejos, barulhos, movimentos, e um falso suspiro de encerramento. Lembro que eu … bem, não lembro nada. Monica, inconformada, responde: “Vocês roubaram a única coisa que nos restava?” LOL. Eis outra cena definitivamente primorosa. Alguém fala nas provas que os homens deixam, ao contrário das mulheres, mas alguém procura por elas depois de um desempenho teatral convicente?

20 Respostas to “Sobre a falsidade dos orgasmos”

  1. Red,whathellisthat? Says:

    Ninguém procura pelas provas, porque mais tabu que falar de sexo é falar sobre o que não rolou…
    Em tempo: outra cena impagável de fake orgasm é de harry e Saaly feitos um para o outro: http://www.youtube.com/watch?v=5nNhOH4Y0bI
    Vale o filme!
    ;0)

    • Fabio Hernandez Says:

      uma belíssima cena, Red …

      • Red,whathellisthat? Says:

        Só por curiosidade:
        Essa hilariante cena do orgasmo no restaurante não constava do roteiro e foi sugestão de Meg Ryan e foi
        filmada no restaurante Katz’s Deli, em Nova Iorque, e a mesa onde ocorreu tem atualmente uma placa onde se lê: “Congratulations! You’re sitting where Harry met Sally” (Parabéns! Você está sentado onde Harry conheceu Sally), e há outras espalhadas no restaurante que dizem “We hope you had what Sally had” (Esperamos que tenha consumido o mesmo que Sally).
        ;0)

      • Fabio Hernandez Says:

        no lo sabia, muchacha!

  2. Daniel Chicote Says:

    Pois é. Essa é uma boa questão.
    Você acha que mandou bem pacas, mas ela só se fez de artista.

    Mas todos os homens sabem realmente quando uma mulher goza? Não né? E como saber? Impossível?

    O que resta? Aceitar o teatro, ou realmente perguntar?

    • Red,whathellisthat? Says:

      Dany Boy, melhor não peguntar, aliás se tiver que perguntar é ruim pacas, até porque vai que a moça decide dar uma de sincera… Rs.
      Mais: saber quando é real ou não vocês NUNCA saberão identificar! NUNCA!
      ;0( ou ;0)

      • Daniel Chicote Says:

        Red, não devemos eu sei. Concordo plenamente.

        Mas já aconteceu, comigo de perceber (sei lá se por inspiração divina ou pelo fato de eu ter gozado antes do que gostaria) e eu falar algo no gênero “Pô, mas vc nem gozou!”

        E ouvir como resposta, “eu nem sempre preciso gozar, ver vc satisfeito tb me deixa satisfeita, e depois começamos de novo e ai sim vc pode me fazer gozar” …

        Artista? Mentira?

      • Red,whathellisthat? Says:

        Isso que ela disse pode aceitar como verdade, eu também já disse algumas vezes.
        O bom é que quando ela é dita sempre tem um segundo tempo…
        ;0)

      • Emanuelle Says:

        Ai ai…
        Essa juventude perdida me matou de rir!!!

    • Fabio Hernandez Says:

      Perguntar? Jamais, Daniboy. Ah, essa juventude perdida …

  3. Rebeca Says:

    Verdade, acho que perguntar mata rsrsrsr. Danoninho geralmente as faces ficam coradas, a respiração fica muito ofegante, e dificilmente a mulher levanta pra ir ao toalhete pq precisa de um tempo pra desfrutar daquele momento, ahhhh tão bom.
    Brincadeiras a parte dá pra fingir sim, mas é chato pq vc tem que manter por um bom tempo aquele fingimento, ficar respirando rápido e intenso fingir que se contorce, é um lance ruim, mas as mulheres geralmente são boas atrizes, e se são rsrsrsrrssr.

  4. Karina Says:

    Mas fingir não é exclusividade feminina, homens tb fingem. Admitem menos e deve acontecer com menos frequência tb, mas fingem.

    O que sempre dizem é que os homens têm a prova material do fingimento (ou falta dela, né), por isso poderíamos saber se fosse o caso. poderíamos, mas n necessariamente saberemos. e só quem procura acha. particularmente, acho deprimente esse papel de amante investigativo… fuçar camisinha… enfim…

    Meninos, que têm a dizer sobre isso?
    Meninos inclui vc, Fabio Hernandez!!!

    • Karina Says:

      ahhhhhh no post já é falado sobre a versão masculina, sorry.
      E Fábio Hernandez já se esquivou no post tb, sorry de novo =pp

      se quiserem falar, à vontade.

    • Fabio Hernandez Says:

      se já fingi? já. mas estava um bagaço, queria dormir, mas por uma questão de honra tive que atender uma senhorita.

      • Red,whathellisthat? Says:

        Ah!, esses meninos sempre brincando de cavaleiro e querendo ter uma princesa pra salvar…
        Honra mata? Se sim, espero que dessa vez tenha sido de prazer.
        ;0)

      • Emanuelle Says:

        Ainda bem o FH existe. Se não eu podia jurar que essa racinha está acabando com as nossas vidas!!!

        Por aqui, ninguém quer “salvar a honra”, Red!!!

  5. Petite Poupée Says:

    Eu adoro essa música!
    Pelo que sei desse casal, é bem possível que estivessem na cama mesmo! rss.

    Fábio, eu não entendo sua implicância com os franceses…eles são tão legais. Formaram sua escola própria de pensamento desgarrada do modelo anglosaxão, e são sedutores em tudo q fazem desde a comida à filosofia. Gosto tanto!

    Agora, sobre fingimentos… outro dia lendo uma revista de mulherzinha vi uma matéria bem legal sobre homens que fingem orgasmo.
    Interessante os questionamentos da mulherada q vai na lixeira buscar a camisinha do amante atrás da prova do doce líquido…
    Rolava uma crise do tipo: como ele pode fugir orgasmo? Não dou bela? Meu corpo não é legal? Não sou sedutora o suficiente?

    Putz! Sobre o papelão de ir na lixeira ninguém falou nada!

    O amante que não chegou ao orgasmo e finge pra não criar frustração no outro dá prova sim, não de fingimento, mas de generosidade.

  6. Rebeca Says:

    Rsrsrsrsr, li isso tbm Petite, e achei ridiculo a garota assumir que armou uma situação pra ir na lixeira procurar e quando achou teve crise de choro e tal, nossa que absurdo, eu ia perguntar “querida vc tbm tem crise de choro quando finge pra ele que gozou?” kkkkkkk… mulheres sempre tão sentimentais rsrsrsr….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: