D é de “Dois Amorosos Isolados Numa Multidão”: O Amor de A a Z segundo o Homem Sincero



By TwitterButtons.com

D é de Dois Amorosos Isolados Numa Multidão

E então estamos na letra D em nosso dicionário conciso amoroso. D de dois, dois que são um mundo em si, com sua linguagem própria, costumes específicos e prazeres únicos, inenarráveis, extraídos entre gemidos que fazem mesmo um preguiçoso subir no Everest da volúpia insana …

“Todo grande amor exige um código, uma senha particular e intransferível, algo que pertença apenas ao casal. Significa intimidade, cumplicidade.  Isola duas pessoas numa multidão. Um amor sem código é como uma praia sem banhista, ou um romance policial com fim previsível. Não deixa lembranças que aquecem e iluminam noites frias e escuras. É uma daquelas pequenas coisas que fazem um grande amor. Em Proust, Swann cantarolava um trecho de uma música, e Odete já sabia que horas de amor sôfrego estavam por vir. Em Fitzgerald, Dayse acendia uma luz em sua casa, e Gatsby sabia que ela o estava chamando. O casal apaixonado é criativo. Inventa nomes, trejeitos, olhares, gestos como a luz acesa de Dayse ou a música de Swann. Quando as tolices sublimes de um código são esquecidas é porque o amor acabou.”

11 Respostas to “D é de “Dois Amorosos Isolados Numa Multidão”: O Amor de A a Z segundo o Homem Sincero”

  1. Grace Olsson Says:

    É….realmente, os casais têm códigos interessantes e que sao dignos de um livro.
    Outro dia, um amigo me falou que estava apaixonado por uma mulher. E eu disse que achava normal. E ele disse ” Nao…Para mim que fiquei nas maos de uma por 25 anos, acordar pensando em outra que me apareceu do nada e me chama de “baby”, crava as unhas nas minhas costas e me faz poderoso, nao é lá assim, normal…se você soubesse que eu nao vivo com ela… e esta mulher nao é a minha esposa..”

    • Fabio Hernandez Says:

      … quase nunca é, Grace …

      • Flávia Says:

        Com tantas diferenças, somos tão iguais… E muitos problemas e soluções se apresentam e se intercalam entre os mesmos problemas e soluções de sempre… apesar de cada um achar que o seu é diferente dos demais.

  2. Graça Says:

    Perfeito, Fabio, nada para tirar ou acrescentar…simplesmente perfeito ! E como estes codigos sao deliciosos e encantadores…

  3. Ebite Says:

    Gostaría de adquirir este livro, poderia colocar o link para as livrarias. Abraço”

    • Fabio Hernandez Says:

      Ebite, assim que o livro sair, aviso … Por enquanto está sendo feito, e mostras dele colocadas aqui em primeira mão …

  4. Rafa Says:

    Gikovate: “o amor romântico está com os dias contados”. Viu essa?

    http://sozinhocomigo.wordpress.com/2010/01/15/sozinho-e-melhor/

    • Fabio Hernandez Says:

      gracias por compartilhar, Rafa. não concordo. para mim, ‘the world will always welcome lovers’, como diz a música …

      • Flávia Says:

        Concordo com vc Fabio, achei aquele cara muuito chato.

      • Flávia Says:

        Ah, que fique claro não foi vc que disse que ele é chato, EU o achei chato.

      • Rafa Says:

        ah, bom, lendo com mais calma percebi que ele não quis dizer realmente isso. Apenas que hoje mais do que nunca é preciso entender e valorizar a individualidade, o espaço de cada um. Mas nunca foi de outra forma, right?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: