A versão feminina do Manual da Bota: como ela pode saber se ele está prestes a dar um pé (e eventualmente se antecipar)


A bota sempre pode estar a caminho

A PEDIDOS, faço a lista dos 13 sinais vitais de que ela está na iminência de levar bota dele. A lista anterior era voltada para os homens, predominantemente. Mais uma vez, uma advertência. Caso você tique, isoladamente, um ou outro ponto, isso não quer dizer necessariamente que a bota virá. Pode ser apenas uma má fase. Metade dos itens e a luz já é amarela. Não há nada que se possa fazer em situações amorosas perdidas exceto a) se antecipar e dar você a bota, para salvar o orgulho e a autoestima; b) resignar-se estoicamente como um Sêneca do amor unilateral e voltar a sair com suas amigas; c) movimentar o corpo na direção da trajetória da bota, lepidamente, de forma que o impacto seja o menor possível; entender que, como afirma o budismo, nenhum ser senciente e romântico escapa do sofrimento, a começar pelos provocados pela bota, e portanto temos que seguir adiante rumo a novas botas, sejam elas dadas por nós ou, na hipótese mais sinistra, levadas por nós.

Isto posto, ao trabalho. A bota está a caminho quando:

1) Ele subitamente aceita rachar contas;

2) Em alguns casos, em restaurantes mais caros, sugere que você acerte essa e não se fala mais nisso;

3) Você veste a nova camisola e ele sugere que você coloque o velho pijaminha;

4) Ele desliga o laptop cinco minutos depois de você começar a roncar;

5) Ele emite uma opinião sincera sobre sua mãe;

6) Ele também emite uma opinião sincera sobre o almoço que você preparou;

7) Ele devolve os cds, os livros e os dvds que tomou de você;

8 )  Você pede vinho e ele água com gás no jantar;

9) Ele afirma estar numa fase de alta elevação espiritual quando você fala em sexo;

10) Ele subitamente começa a admitir que a Angelina Jolie é muito gostosa, depois de ter dito sempre na sua frente que ela não era nada daquilo que diziam; pode admitir, em certos casos, que sua irmã também é muito gostosa.

11) Ele diz que você precisa passar a ler o caderno de política porque você está sem conteúdo;

12) Ele sugere que você deve fazer regime; ou concorda caso você traga a questão.

13) Você desabotoa dois botões da camisa e ele avisa que estão desabotoados; ou os abotoa como se fosse seu pai.

49 Respostas to “A versão feminina do Manual da Bota: como ela pode saber se ele está prestes a dar um pé (e eventualmente se antecipar)”

  1. Silvia Says:

    ESTA ÚLTIMA ESTÁ DIVERTIDA!!!!
    TEM VERDADES AÍ NO MEIO SIM…RSRSRSRS

    ABS

  2. Karina Says:

    De bota n entendo. Experiência sapatilha, serve?

    Mas gostei do 8. Tão sutil quanto sintomático. E do 11 tb. De resto… nada a comentar. Por enquanto.

    Já desferiu muitas botas, Fabio Hernandez? Se disser que essa lista é baseada em comportamento pessoal, vou levar mais a sério. Aqui vc é o homem-referência.

    • Fabio Hernandez Says:

      Desferi e levei botas, K.
      A vida amorosa pode ser resumida em dar, rebeber e assimilar botas; no intervalo delas, como num Ahlzeimer sentimental deliberado, esquecer que existem.

  3. Nicky-san Says:

    Você esqueceu de falar sobre ‘apelidos’!

  4. Marcelo Says:

    Nossa a 13 é cruel, rs, qdo o cara faz isso é por q perdeu totalmente o tesão!

    • Fabio Hernandez Says:

      É, mas existe também o outro lado, quando ela passa a abotoar, como mulher de coro de igreja, todos os botões, particularmente os que deixava desabotoados para ele.

  5. Neyde Says:

    Meu alter ego,
    Não estou sorrindo…estou dado boas gargalhadas com o post e seus comentários….
    “Tio Fabio” e Sêneca devem estar se contorcendo no túmulo.
    Minha sugestão de férias mudou do Rio para o Egito….que tal ?rsrs
    Bjs…vc é 10

  6. Sobre Percepção e Ego. « AnarcoBlog Says:

    […] do lado, é o do “Homem Sincero”) o grande tema foi sobre “sinais” de que uma bota se aproxima no […]

  7. Vanessa Says:

    o 12 foi o pior kkk!!!

    beijos

  8. Anarcoplayba Says:

    O 12 não é sinal de bota.

    É tentativa de suicídio.

    • Karina Says:

      Só isso, Anarco? Cadê suas considerações? Este post tb exige participação masculina ativa.

      • Anarcoplayba Says:

        Confesso que não tenho muito o que acrescentar, Karina… na verdade, minha experiência pessoal é diametralmente contrária.

        Não sei quando aos outros homens daqui, mas eu odeio dar botas. Do fundo do coração. Me dá uma sensação de “Wasting Love” terrível.

        Prefiro mil vezes tomar uma bota a dar uma bota. E realmente acredito que seja um comportamento masculino. Sabe como é: se por um lado o macho foi condicionado a ser provedor… por outro lado a fêmea foi condicionada a ser seletiva: Vocês nascem dando botas… a gente nasce sendo disponível.

        Eu diria mais: um homem só dá bota quando o relacionamento está implicando num custo de oportunidade, caso contrário, segue pra sempre.

        Fora isso, até hoje, a maior parte dos meus relacionamentos morreram em paz, como um velhinho na cama que meramente desiste.

        Sim, obviamente tive minhas exceções, que escaparam absurdamente do ordinário e que, como tal, não são padrão de comportamento a ser mencionado, exceto pelas vezes em que eu fiz ela acreditar que era ela que estava terminando e as vezes em que eu deliberadamente me fiz odiar.

        Porque sim, ser odiado é uma merda… mas acho que é muito pior ter alguém sofrendo por você. O ferro em brasa do ódio cauteriza muitas feridas, apesar de deixar cicatrizes horrendas.

      • Karina Says:

        Ah, taí… Anarco sem comentários de mais de 20 linhas n é Anarco.

        Desconfio que vc e 94,7% dos homens. Engraçado que vcs podem ser absurdamente homens das cavernas, mas nessa hora viram a sensibilidade em pessoa, né.
        Isso n é bom. Não só pela razão óbvia, mas pq n gostar de ver a mulher sofrendo pode ser uma arma letal nas mãos das mais ardilosas.

        A razão óbvia é que qq possibilidade dessa negativa de vcs assumir o significado de uma atitude generosa vai pelo ralo qd se constata que “um homem só dá bota quando o relacionamento está implicando num custo de oportunidade”. Homem dar a bota pq simplesmente n está mais a fim é a atitude verdadeiramente honrada. De resto, pura covardia travestida de compaixão.

  9. Pê Sousa Says:

    Interessante, mas ainda bem que nunca levei bota alguma, pelo menos não do jeito que vc elencou… De qualquer forma é uma situação delicada, quando o amor já não arde como antes…

    Flw

  10. Mariana Says:

    Na verdade, acho que isso são só exemplos de indícios de que ele não está mais a fim de você, e, como a maioria dos homens não gostam de doar botas por aí (eles preferem levar, preferem induzir a bota, não sei bem o porquê), eles vão dando sinais.. São sutis, mas qualquer fêmea de faro fino pode detectar e partir pra caça de outro, porque esse, já morreu..
    O que vcs acham?

  11. Erika Says:

    O 12 realmente é suicídio. hehehe

    Mas pior do que dar sinais que às vezes você teima em não perceber, é não dar sinal nenhum, ser o melhor dos namorados, atencioso, carinhoso, e depois de uma noite de amor em um hotel, fruto de uma surpresa romântica com direito a morangos e etcs, te dar uma bota no dia seguinte. E nem se dar ao trabalho de falar pessoalmente. Ligar covardemente de um telefone público de um shopping barulhento, rapidinho, segundos antes de entrar em uma sessão de cinema qualquer.

    É de estraçalhar qualquer auto-estima.

    • Fabio Hernandez Says:

      a auto-estima não deve ser abalada pelo comportamento ruim de um ex-namorado.
      com o ódio positivo, vc concentra nele a responsabilidade pela fracasso, erika, e fica certa de que foi melhor assim. e se sente menos gorda e mais bonita sem ele.

  12. Karina Says:

    O.o

    meudeus, essas coisas acontecem mesmo??

    sofrimento eterno aos covardes!!
    (neste caso, já pende para a canalhice)

    • Erika Says:

      Essa pergunta foi pra mim? 🙂

      Se foi te digo: existe! aconteceu comigo!!

      E ele ainda conseguiu se superar depois disso!!!

      Ai ai.

      • Anarcoplayba Says:

        Pera… me diz, por favor, que você não permitiu que ele ficasse perto da sua vida pra se superar.

  13. Anarcoplayba Says:

    @Karina:

    Sobre ser uma arma nas mãos das mais ardilosas: fato. É uma merda.

    Quanto a ser covardia travestida de compaixão: nunca pensei por esse lado. Minha tese sempre foi vaidade. Você não quer dar a bota porque não quer ser criticado como quem abandonou.

    Qual dos dois é pior? Provavelmente o seu, motivo pelo qual vou gastar um tempo pensando a respeito.

    Mas não pense, por favor, que o custo de oportunidade envolve meramente outras mulheres, não é só isso: envolve perder outras mulheres, perder as saídas com os amigos, perder o sono, perder a paz de espírito, etc, etc.

    Quer mais uma generalização? Mulheres dão botas se os homens não correspondem às expectativas delas para um parceiro. Homens aceitam até mesmo um relacionamento de soma zero.

    • Erika Says:

      Como namorado não.

      Mas enfim, se eu fosse contar, ia ficar maior que o post do Fábio.

      Mas te digo que um ano depois da bota, começou a namorar minha melhor amiga!

      E pior: aprontou ainda mais com ela.

      Ela foi não por falta de aviso, mas foi naquelas de ” comigo vai ser diferente”, sabe? Si-fu.

      • Anarcoplayba Says:

        Perdoe-me pela sinceridade, mas não era ele que estava errado.

        O cara foi um esc****, ba****, f**, canalha, e ainda ganha “segundas chances”?

        You fool me once, shame on you. You fool me twice, shame on me.

        Depois vem me falar que homem isso, mulher aquilo… Seres humanos respondem a estímulos. Period.

        Se se você não é jogador, pode ter certeza de que é carta ou ficha.

      • Eliane Says:

        E como vc deu a volta por cima depois dessa situ???

      • Fabio Hernandez Says:

        e vc feliz com o sifu da melhor amiga nas mãos do cafa … a vida como ela é.

    • Karina Says:

      Que engraçado, Anarco…

      Já ouvi esse argumento tb, de que por vaidade o sujeito n quer ficar com uma imagem ruim diante da mulher. E sempre achei curioso pq, a meu ver, os homens receariam mais, em tese, a pecha de ser “o cara que levou a bota”. Cada vez mais, sei que nada sei. Será que estou me tornando uma sábia?! Uau.

      Mas foi muito esclarecedor vc explicar essas “oportunidades”. Menos mal, faz sentido, é mais ou menos aquilo que falei a respeito de pesar prós e contras. Mas convém uma certa honestidade aí tb… n dá para fazer parecer que está td bem e só ir levando até que os contras definitivamente pesem.

      Essa generalização do jogo de soma zero/soma positiva tb se verifica, sim. Como generalização, claro.

      Para concluir: uma coisa que eu ia comentar antes e acabei deixando passar absorvida pela aversão à covardia… hehe
      Fazer com que a outra pessoa o odeie pode ser mais confortável do que vê-la sofrer por vc. Mas a curto prazo, pq depois vem a conta. Vc pode se arrepender amargamente por ter perdido a oportunidade de manter com aquela pessoa uma relação legal.
      Pq a dor passa e vira compreensão (daí é importante a bendita maturidade), mas o ódio vai ser sempre ódio, ou vai ser preciso maturidade em dobro para aceitar que os fins ali justificavam os meios.

      • Karina Says:

        Maturidade em dobro e vontade em triplo!

      • Fabio Hernandez Says:

        lol

      • Anarcoplayba Says:

        Por experiência própria… ódio tbm passa… e, não me pergunte como nem pq, mas as pessoas meio que “se entendem” depois… parece que no fundo, inconscientemente, os dois sabem o que acontece.

        Mas isso é experiência pessoal.

        Na pior das hipóteses, caso o ódio se mantenha ódio… Bom, você fez o que achava melhor para ela, não para você. Citando o grande poeta “O risco se assume, o bom é não iludir ninguém.” (nossa… essa doeu).

        Pessoalmente, eu nunca termino para virar amiguinho e conviver. Eu termino e ponto. Se for para voltar a ser amigos… deixa o tempo e a maturidade de ambos decidir.

  14. Eliane Says:

    Fiquei surpresa pq no meu caso ele deu vários sinais mais nenhum desses acima!!! Lendo alguns comentários masculinos tive mais certeza da “covardia” dos homens em não terminar a relação de uma vez… Seria tão mais fácil chegar e dizer que não dá mais do que mandar esses sinais que, sinceramente, chega a ser cômico!!!
    Hoje penso em como foi ridiculo os sinais que recebi, mas devido a paixão não ví…
    O pior de tudo é ele dizer que me ama, que não me esquece, mas não me quer???!!! Mas agora o impacto da bota me fez acordar rsrs
    E depois as mulheres que são complicadas!!!
    P.S: Desculpem o desabafo!!!

    • Anarcoplayba Says:

      É exatamente sobre isso meu último texto.

      http://anarcoblog.wordpress.com/2009/12/10/sobre-percepcao-e-ego/

      • Erika Says:

        De mim ele não ganhou segundas chances não. Como eu disse, não como namorado. Só não saiu da minha vida totalmente por conta de amigos em comuns e depois, por namorar minha amiga. O pior de tudo é que o cara tem tudo pra prestar, sabe, mas pra dizer o mínimo é um imaturo emocional. E no máximo, um safado que não sabe o que quer. Qualquer dia escrevo um livro sobre ele, pq o que ele aprontou e continua aprontando que eu vejo ou fico sabendo, é de cair o queixo.

      • Fabio Hernandez Says:

        li, gostei, comentei e recomendo.

    • Erika Says:

      Ih, nem sei. Depois de passar o fim de semana no quarto chorando a la Bridget Jones ouvindo All By myself, sai no início da semana seguinte pra trabalhar, fazer minhas coisas e tive que passar por aquelas fases escrotas de vontade de ligar e blablabla. Mas lembrar da sacanagem que ele me fez, ajudou bastante a perder a vontade de falar com ele. É que não é um lance racional, né. Tu sabe que o cara fez a merda, mas não se desliga tudo totalmente. Só o tempo. Mas cada vez que vinha alguma vontade de falar, lembrava da coisa toda e ia fazer outra coisa. Se enfiar no trabalho tb, sempre ajuda.

      • Fabio Hernandez Says:

        este é o infalível método do ódio positivo, que surge na hora certa mediante lembranças de atitudes erradas e depois desaparece nos deixando com o sorriso doz treze anos, pré-espinhas.

    • Erika Says:

      respondi no lugar errado. mas ta ali embaixo.

      • Karina Says:

        Nossa, Erika. E o pior é que minha pergunta foi retórica, pq acredito mesmo que isso exista. Deprimente, né.

        Como vc falou em imaturidade… eu tenho um princípio básico a respeito da diferença entre o(a) canalha e o(a) imaturo(a):
        os efeitos das atitudes são tão graves quanto, mas as razões que levam a pessoa a elas é que perdem parte da relevância. E daí surge uma considerável diferença: a pessoa canalha merece desprezo, mas à imatura cabe só ser ignorada até que resolva crescer. E então provavelmente vai ser tarde demais.

  15. Eliane Says:

    ótimo texto Anarco… comentarei sobre em breve no seu blog!!!

    Erika, ainda bem que um traste desses te deu bota!!! Nesse caso foi sorte!!! rs

  16. R. M. Gonçalves Says:

    Alguns amigos (not me), na iminência da “bota” diziam que iam ficar em casa em plena noite de sábado! Outros não conseguiam mais abraçar suas futuras-ex-parceiras mais que 2 segundos, e se esquivavam nas tentativas de beijo! Então eu os convencia a agir com sinceridade e terminar a relação de uma vez…
    Muitos homens (e mulheres, claro) permanecem ao lado de outra pessoa por puro convencionalismo: estão aprisionados às armadilhas do sistema social e permanecem ali por falta de atitude; acham que “divórcio” é errado, mas “trair” tudo bem!

  17. Nina Says:

    Tão bom quanto os posts são os comentários! =D

  18. Ana Manuela Says:

    Vixi… estou muito ladra hj! mais uma que vai pro blog!!!

    xxoo

  19. ricardo Says:

    O meu mail e do facebook a mibha foto e uma casaca azul ate tanho na ninha fito um carro preto gata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: