A aluna de 15 anos seduziu a professora. Que acabou na cadeia. Tá certo isso?


Mais um giro pela Internet. Londres, esta semana. Uma professora de música de 25 anos. Loira, bonita, atraente. Uma criança prodígio na música. Professora de piano numa das escolas mais prestigiosas de Londres. Pai e mãe orgulhosos da filha, conhecida como Jazz Lady.

Hoje ela está na cadeia. O crime: aceitou a insinuação sexual de uma aluna de 15 anos. Começaram a namorar, por iniciativa da menina, conforme ela mesma admitiu. Chegaram a passar um final de semana em Paris, a terra onde até frígidas ou impotentes de todas as partes do mundo têm uma oportunidade de uma gloriosa recuperação sexual, dada a avassaladora energia romântica da cidade.

A notícia vazou na escola, e a professora foi submetida a julgamento. Sexo com menores de 16 anos é crime no Reino Unido, ainda que seja consensual, como foi o caso.  Quinze meses de cadeia para ela. Meninas de 15 anos, em pleno 2009, não têm discernimento sexual? A lei inglesa me parece extraordinariamente obsoleta, como uma calça boca de sino.

E para você, o que parece esta história? Moralismo, hipocrisia? Ou justiça a uma professora que não soube controlar seus instintos básicos diante de uma Lolitinha musical e sedutora?

O microfone está á disposição.

10 Respostas to “A aluna de 15 anos seduziu a professora. Que acabou na cadeia. Tá certo isso?”

  1. Henry Says:

    Sem querer utiliar clichés, acredito que o amor é válido em qualquer idade, qualquer sexo. Erradas foram as pessoas que prenderam a professora. Cada um faz de sua vida o que bem entender.

  2. laizek Says:

    Ah é injusto. A professora foi induzida, a menina até confessou. Ambas tinham total consentimento do ato. Mas é sempre assim, a lei defende o corrupto e julga os que agem por impulso.

  3. Marcelo Says:

    Com certeza essa lei parou no tempo, os tempos são outros, as informações estão acessíveis a todos, de todas as idades. É lógico que hoje uma adolescente hoje tem mais discernimento do que há 20, 30 anos. Mas lei é lei, deve ser obedecida, apesar de não mais condizer com a realidade atual. Na minha opinião foi uma pena muito grande para esse delito, mais condizente seria uma pena alternativa, multa, ou qualquer ato que evitasse uma prisão, já que hoje as legislações penais procuram meios de tornar mais brandas as penas para quem comete crime.

  4. Uila Gabriela Says:

    Ah, qualé né?
    Hj em dia uma garota de 15 anos pode ser facilmente tão sedutura quanto uma outra mulher mais velha, e 10 anos de diferença não é tanta coisa assim numa relação dessas…
    É preciso evoluir.

  5. Monique Buzatto Says:

    Da próxima vez a mulher vai pensar duas vezes antes de ser antiética (nova ortografia… com hífen? sem? não sei =X) e pegar uma aluna. Principalmente se ela for menor de idade!
    Concordo com o Henry, mas somente quando é possível chamar a coisa de “amor”, o que, a meu ver, não era o caso.

    Não vejo problema em seguir os instintos, mas quando nenhum dos dois lados tem nada a perder.

    Se fosse “amor”, or what’d had them, ela teria esperado alguns anos. I would have. Parte de ser adulto é saber que os atos têm consequência e ser forte pra tomar as decisões certas, mesmo sabendo que aquilo vai ter machucar um pouco.

    Besides, eu não confio em pessoas com hormônios descontrolados. 😐
    Do you?

  6. Juliana Says:

    nã nã ni nã não. No Brasil pode (e como!). Não sei se o Reino Unido é tão obediente das leis assim. Mas, se esqueceram de um detalhe: além de a pessoa mais velha ser uma mulher,ela se envolveu com uma jovem do mesmo sexo. Bom e velho machismo, cruza oceanos.

  7. Julia Duarte Says:

    Não acho que ninguém de 15 anos é induzido a nada, ainda mais com a quantidade de informação que um adolescente tem hoje em dia.

  8. Eduardo K. Pereira. Says:

    Aaah,total injustiça com a professora, hoje algumas garotas de 15 anos são bem “mulheres” e todas tem informaçãos suficiente pra discernir as coisas.

  9. Talita Says:

    A questão aqui, na minha opinião, não circunda a questão das informações disponíveis ou dos termos atuais. A menina de 15 anos é considerada “uma criança” porque lhe falta discernimento, biológico e neurológico. O “livre-arbítrio”, assim, fica comprometido e uma professora – por mais belíssima e genial que seja – simplesmente não pode usufruir do que está ao seu alcance por sua posição de poder e influência.

  10. Geeovanniinha Says:

    Po amoor não tem sexo nem idade deixa elas serem felizes -.-
    A meniina sabiia onde estava entrando a professora também ,pq a punição ? DEVE SER PRA MOSTRAR QUE O MUNDO MERECE PESSOAS” NORMAIS” para mim isso é preconceito MACHISMOO
    IDIOTICE E PODE SER QUE O CARA QUE PUNIU A MOÇA QUERIA SER GAY E NINGUEM QUIS ELE UÉ 😀

    Puta falta de sacanagem 😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: