Posição ridícula?


?
Hora de dormir. Escolho um entre os vários livros que estou lendo. Férias de Natal, de Somerset Maughan. Bom entretenimento. Maughan era um contador de histórias notável.

No romance, passado quando a União Soviética parecia florescente, Simon é um jovem inglês devotado à causa comunista. Despreza o modo de vida burguês. Me fixo numa passagem, e paro por uns momentos para refletir. Simon diz para seu amigo Charley, um ingênuo: “Chesterfield disse a palavra definitiva a respeito das relações sexuais: o prazer é momentâneo, a posição é ridícula e a despesa, condenável.”

Chesterfield foi um político e pensador inglês do século XVII. Grande frasista. Uma de suas melhores tiradas diz respeito aos homens e à moda. “É um absurdo um homem se preocupar com as roupas que vai vestir, mas mais absurdo ainda é não se preocupar”, disse ele. No que diz respeito ao sexo, ele não foi original. Marco Aurélio, o imperador filósofo dos romanos, disse coisa parecida. Sexo, segundo Marco Aurélio, é troca de fluidos em posição ridícula.

Fecho o livro e os olhos. Penso por um instante na posição do amor, e me vejo na dúvida sobre se é ridícula ou não. Rio comigo mesmo, e tento dormir.

9 Respostas to “Posição ridícula?”

  1. PAULO TAMBURRO Says:

    No amor a única posição ridícula e a ausência.

  2. Norma Says:

    Concordo com o comentarista!
    “)

  3. Anónimo Says:

    Não se preocupe – mãe sempre espera. Dona Tereza, então…

  4. PequenAprendiz Says:

    LOL!!!

  5. Anónimo Says:

    O Amor não se contrata, não se vende, nem se compra porque o Amor é uma coisa espontânea e portanto livre. E, onde não há Amor, estima e respeito, não existe Casamento, e sim, DESCARAMENTO. Fora disso, ainda são Preconceitos que só servem para fazer confusão e trazer separações pecaminosas.

  6. Anónimo Says:

    “O Mal de Hoje é a falta do Amor de Ontem”.
    Precisamos Aprender a Amar.

  7. Anónimo Says:

    Todos carecem de Amor e querem reconhecer esse sentimento em si e nos outros, não importando idade ou sexo. O Amor é vital para nossas vidas como o ar, e é notoriamente reconhecido que sem Amor a criatura não sobrevive conquanto o amor equilibra e traz a paz de espírito quando é necessário.
    Em resumo a vida sem Amor não tem sentido.

  8. Anónimo Says:

    “Me preocupa o fato de as crianças, ainda hoje, continuarem a ir à escola apenas para aprender cálculos e gramática. E continuarem a não aprender a viver com o Coração”.
    (Dalai Lama).

    “Aprendi que não posso exigir o Amor de ninguém.
    Posso, apenas, dar boas razões para que gostem de mim.
    E ter paciência para que a Vida faça o resto”.
    (Willian Shakespeare).

  9. Fabrizio Salina Says:

    Caríssimo, Marcus Aurelius nõ teria dito “roçar de entranhas” ou, em outra tradução, “roçar de víceras”?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: