Revanche é viver bem sem você (Ou: o bizorro é bizarro)


ACORDO, E ESTOU NA CAMA na cama com livros e revistas a meu redor. Apanho uma Time, e estou na seção de cultura. Fala-se de um livro com frases sábias, marcantes, curtas, seis palavras e nada mais. E então vejo uma da escritora Joyce Carol Oates. Revenge is living well without you. . Penso nos amores perdidos, nos braços que se desenrolam para sempre, e admiro a frase de Joyce Carol Oates pela simplicidade sábia e poderosa. Mas … mas … mas é exequível fazer o que Joyce prega? Não para os amantes neuróticos, pois estes se comprazem na dor, na raiva, na mágoa que não cede. Lembram-se até de alguma canção que possamos ter composto anos, anos atrás, ou de um verso perdido na ruína do tempo. Algumas amantes neurotiizadas, cinicamente carinhosas, fazem pré-fabricadas juras de amor a maridos enquanto acompanham meticulosamente os passos de escritores baratos como eu. E para nós todos, os outros, os que não somos neuróticos, as palavras de Joyce servem? Acho que sim. Ou não? Sim, sim, sim. Eu próprio. Eu detestei, muitas vezes, ver mulheres com quem rompi viver bem sem mim. Confesso. Imaginava-as, como Julietas, aniquiladas depois da ruptura, e a verdade é que elas, quase todas, ou todas mesmo, não apenas sobreviveram como melhoraram sem mim. Ainda bem. Imagino que muitas delas gostariam, também, de me ver destruído. É. Joyce está certa. Revenge is living well well without you. Ou sem mim. Tanto faz. Bizarro. Bizorro. Como diz a filósofa, escritora e blogger de olhos de jabuticaba, o bizorro é bizarro.

Etiquetas: ,

21 Respostas to “Revanche é viver bem sem você (Ou: o bizorro é bizarro)”

  1. Flávia Says:

    É de uma verdade cortante… Não digo viver melhor, mas viver de forma bem diferente em que nada lembre quem foi ou que fomos. Viver com outros rumos, lugares, pessoas, outra rotina… difícil não?…

  2. Anónimo Says:

    gostaria de dizer que vou viver bem sem ele. mas é mentira. daria tudo para ter sentido sua mão forte me segurando, experimentado seu beijo, ter ficado inquieta com o seu olhar. não vou morrer sem ele, é verdade. mas depois dele, como vc disse, apenas sobreviverei…

  3. Anónimo Says:

    se realmente fosse possivel viver bem sem o”O” grande amor, vc naõ estaria aí ,no papel de amante neurotico escrevendo,escrevendo e escrevendo para aliviar suas dores e estaria vivendo tão bem quanto vc supôe estarem elas ou ela vivendo; afinal de contas ,somos mais criativos na melancolia e desespero certo?vc deu sorte de conseguir tb lucrar com isso né? FH

  4. Anónimo Says:

    Sem dúvida é a melhor revanche, a frase de Joyce é perfeita!

  5. Julia Says:

    Esqueci de assinar o comentário abaixo…

  6. Joana Says:

    Não há uma música que diz: “Depois de você, os outros são os outros…”. Quando o amor é forte e marcante… é sempre lembrado numa saudade doída… Viver melhor sem o outro é quando a relação tinha tempo certo pra durar… era somente passagem e aprendizado. Aí não há sentimento de revanche… porque não foi relevante. Quando marca… apenas se vive!

  7. Anónimo Says:

    Nunca vi uma percepção de revanche tão bem elaborada, mas será que é facil fazer dela uma coisa da qual possamos viver..eu acho que nunca consegui sair de um relacionamento com uma alta estima tão boa…no proximo vou tentar.

  8. Anónimo Says:

    Fabio,
    gostaria de dizer que vou viver bem sem você, mas é mentira. Daria tudo para ter sentido sua mão forte me segurando, experimentado o seu beijo, ter ficado inquieta com o seu olhar. Não vou morrer sem você, é verdade. Mas depois, como você disse, apenas sobreviverei…
    Valéria

  9. Neyde Says:

    Meu alter ego.
    Fico impressionada quando navego pelo orkut e leio as declarações de que vc é extremamente gentil não deixando e-mails sem resposta (eu nunca recebi) etc …sendo simplesmente inesquecível!!
    Quando leio seu blog sempre percebo medo em vc..
    Não tenha medo.
    Preste atenção:quem AMA libera..quem tem medo aprisiona.
    Neyde

  10. Sylvia Maria Marteleto Says:

    Realmente.. A melhor revanche …
    Principalmente, quando desejamos que nos chorem rios de lágrimas após o rompimento. Afinal, tem coisa mais chata que ver um ex se dando bem?

  11. Daniele Says:

    Adoroooooooooooooo seus textos!!!

  12. Lidiane Says:

    Realmente! É MUITO dificil que o outro está bem e que tudo que foi vivido já não faz diferença. Mas, tambem é o máximo quando acontece o contrário.

    Adoro o que você escreve!

  13. Anónimo Says:

    Adorei a parte: “nós, os outros, os não neuróticos” hahahaha. O alforriado! O que doeu mais? “O eterno amor” ou a constatação da “inviabilidade”? Sabe: é só um texto. A verdade pertence ao escritor.

  14. Anónimo Says:

    E sinceramente, tenho pena das mulheres que vc engana. Elas nunca estarão à sua altura no jogo.

  15. Araceli Says:

    Ainda bem q tdo passa. Amém.

  16. Maria Dias Says:

    Muito interessante o post…Revanche é viver bem sem vc!Taí…Esse sim pode ser o tal tapa em luva de pelica!rsrsrs

  17. Isabel Cristina Says:

    Depois que certa pessoa passa por nossa vida e deixa marcas tão fortes que esquecemos o antes e não estamos enteressados no depois. É uma droga né mas a vida é assim.

  18. Anónimo Says:

    Fábio, delícia de texto. Mas não existe alívio em se pensar um não-neurótico. Quem são os neuróticos? Se assim não formos é pq temos outras estruturas…talvez bem mais complicadas.

  19. jose oliveira Says:

    com os livros e revistas ficam ao meu redor.

  20. Ingrid Says:

    Exatamente, “revanche é viver bem sem você”,
    pena que nem sempre somos capazes de fazer isso tão rapidamente…
    Mas acho que o amor não seria tão bom, não fosse a triste lembraça que fica quando se acaba, que é não mais que o singelo significado de que é realmente importante para nós.

  21. Rafael Says:

    A questão, meu caro FH, é: me resta outra opção?

    Não se trata de revanche.

    Não era, mesmo, nenhuma ‘latinha de coca-cola’… mas que opção tenho eu?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: