Os olhos de Natasha


Tolstoi. Leio numa revista americana que há uma espécie de renascimento de Tolstoi nos Estados Unidos. Duas novas traduções de Guerra e Paz, um dos clássicos de Tolstoi, estão sendo lançadas lá. Tolstoi, um gênio absoluto. Mas meu coração sempre bateu mais forte por Dostoievski, um dos meus heróis literários. Lembro o final de Humilhados e Ofendidos, de Dostoievski. Ivan, um escritor barato como eu, pensa em Natasha, a mulher que amara e que perdera, e reflete: “Tudo podia ter sido tão diferente”. É um dos finais de romance que jamais esqueci, e jamais esquecerei.
Mas Tolstoi. Relançamento duplo de Guerra e Paz nos EUA, e eu teimoso me lembro é de outro clássico de Tolstoi, Ana Karenina. A primeira frase de Ana Karenina é, em si mesma, um clássico. “Todas as famílias são parecidas, mas as famílias infelizes são infelizes cada qual à sua maneira.” Ana, casada, nobre, sucumbe ao fascínio irresistível e canalha do Conde Vronski. Perde o marido, perde o filho, perde depois Vronski e termina, em outro desfecho célebre, se atirando atormentada sob as rodas de um trem.
Mas o que eu queria compartilhar aqui é um trecho de Guerra e Paz. É um desafio ler Guerra e Paz, dois volumes cada um de suas seiscentas páginas. Mas, como um flerte que leva um grande tempo a se transformar em namoro, é uma jornada arrebatadora viajar pelas páginas de Guerra e Paz, um retrato da Rússia sitiada pelas tropas napoleônicas no início dos anos 1800.
O trecho.
“Pedro não reparara em Natasha não porque jamais esperasse vê-la ali, mas por causa de enorme mudança ocorrida nela desde a última vez que a vira. Ela estava mais magra e mais pálida. Mas não era isso que a tornara irreconhecível. Era impossível reconhecê-la à primeira vista porque naquela face, em cujos olhos antes sempre brilhara um sorriso secreto de alegria de viver, agora, quando ele chegara e a vira pela primeira vez, não havia sequer a sombra de um sorriso; eram agora olhos comuns – atentos, gentis, tristemente inquisitivos”.

Penso que todos nós somos, de alguma forma, Natashas. Meninos e meninas de olhos de estrela, transformados pelo correr dos longos dias em homens e mulheres de olhos como os de Natasha, atentos, gentis, tristemente inquisitivos. Mas não mais brilhantes como tinham sido lá atrás.

7 Respostas to “Os olhos de Natasha”

  1. escrevedora de emails Says:

    não, escritor. sempre há bons motivos para que eles brilhem…

  2. Cleopatramoon Says:

    Ivan, um escritor barato como eu, pensa em Natasha, a mulher que amara e que perdera, e reflete: “Tudo podia ter sido tão diferente”. É um dos finais de romance que jamais esqueci, e jamais esquecerei.

  3. Carlos Augusto Rosa Says:

    Todas a famílias desajustadas são infelizes, eu vivi famílias infelizes, são mil vezes infelizes, muito infeliz….mas este privilégio são de todos…

  4. Carlos Augusto Rosa Says:

    Todas a famílias desajustadas são infelizes, eu vivi famílias infelizes, são mil vezes infelizes, muito infeliz….mas este privilégio são de todos…

  5. Julia Says:

    Ahhhh Fábio, me recuso a acreditar em olhos tristemente inquisitivos por toda a vida. O olhar pode perder o brilho por um tempo, mas nunca por muito tempo. Eu acredito nos olhos de estrela. E que brilhem, sempre que possível e muito!

    Beijos,
    Julia

  6. Julia Says:

    Ahhhh Fábio, me recuso a acreditar em olhos tristemente inquisitivos por toda a vida. O olhar pode perder o brilho por um tempo, mas nunca por muito tempo. Eu acredito nos olhos de estrela. E que brilhem, sempre que possível e muito!

    Beijos,
    Julia

  7. DiJulya Says:

    E mesmo que o brilho se apague,vem de vós a nova chama e a beleza das letras que encantam um quotidiano quase opaco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: