PERFUME DE MULHER


Li outro dia trechos do livro de memórias escrito por Napoleão quando, miseravelmente abatido e doente, aguardava a morte na Ilha de Santa Helena. Napoleão me impressiona não pela genialidade militar ou pela grandeza histórica. O que realmente me admira em Napoleão são suas observações pessoais e amorosas.

Napoleão, quando estava voltando de alguma campanha no exterior, mandava avisar Josefina. O libidinoso general queria que ela parasse de tomar banho para recebê-lo com cheiro de mulher. Cheiro de mulher. Não há essência que se compare remotamente em poder de arrebatamento ao cheiro de mulher. Napoleão tinha toda a razão. A sorte da multibilionária indústria de perfumes femininos é que as mulheres não concordam com Napoleão. E gastam muito dinheiro para alterar o melhor cheiro do mundo. (Em italiano a frase soa ainda melhor. Profumo di donna, nome de um filme italiano do qual lembro apenas isso, o nome. Há pouco anos Al Pacino foi o protagonista de uma refilmagem.)

De um modo geral, quanto menos a mulher se afasta dela mesma, tanto melhor. Seios naturais, de qualquer tamanho, são melhores que seios com silicone. Cabelos naturais são melhores que cabelos mentirosos. O cheiro pessoal e intransferível de cada mulher é melhor que o melhor perfume.

Mas o que mais me tocou na leitura do memorial de Napoleão foi uma frase que li no prefácio. Não era exatamente uma reflexão amorosa, mas se presta com perfeição às histórias de amor. Acho que o prefácio era de Malraux, mas não estou certo. Como vocês sabem muito bem, minhas certezas são raras. Cada vez mais raras.

A frase dizia mais ou menos o seguinte: tudo que restava a Napoleão, quando decidiu escrever seu relato em Santa Helena, era lutar pela posteridade. Era sua luta mais importante. Mais que Waterloo, mais que Austerlitz, mais que qualquer outra. A luta pela posteridade. As palavras poderiam fazer por Napoleão o que a espada não conseguira. E fizeram. Napoleão venceu a luta pela posteridade. A imagem do grande corso é ensolarada como certas manhãs de dezembro na Vila Mar.

Lutar pela posteridade. Às vezes não restam mais opções que essa para o homem e a mulher. É uma situação típica dos finais de caso. O amor já foi derrotado, inapelavelmente derrotado, como Napoleão em Waterloo, e mesmo assim a gente segue cegamente em frente num caminho de sofrimento, angústia, agressões, humilhações. E então perdemos a luta pela posteridade. A imagem que guardamos de um caso de amor que teve tantas coisas sublimes fica irremediavelmente danificada como uma fotografia cortada por uma tesoura.

É preciso ter coragem para reconhecer quando não resta mais que a luta pela posteridade num romance. Somos sempre tentados a ir adiante, na esperança caótica e vã de ressuscitar o que está morto. Eu perdi algumas lutas pela posteridade. Tenho derrotas doídas em história. Lamento o erro histórico de não ter me recolhido a minha Santa Helena particular em certas ocasiões. Lembranças que poderiam me aquecer nos momentos de frio pela vida afora foram destruídas em finais de caso que se estenderam além do que seria razoável. Saber a hora de terminar o romance em nome da posteridade talvez seja a forma mais sublime, e mais difícil, de sabedoria amorosa. Admitir que o único porto que resta é Santa Helena exige uma coragem de Napoleão.

18 Respostas to “PERFUME DE MULHER”

  1. Julia Says:

    Me lembro a primeira vez em que li este texto na VIP e do quanto me comoveu. Não existe texto seu melhor do que este. Sou fã incondicional de suas palavras.

    Beijo grande,
    Julia

  2. Julia Says:

    Me lembro a primeira vez em que li este texto na VIP e do quanto me comoveu. Não existe texto seu melhor do que este. Sou fã incondicional de suas palavras.

    Beijo grande,
    Julia

  3. Anónimo Says:

    Estava com saudade de ver vc dizer que suas certezas são raras, cada vez mais raras…rs

  4. mara Says:

    Gente, que homem é esse? Eis eu aqui, navegando numa hora de descanso das crianças e da casa e encontro neste mundão virtual o homem dos meus sonhos emocionais. É , emocionais mesmo. porque homem assim, carente, compreensivo, aberto, franco só nos sonhos.
    Se é casado, sorte dela. Se não é, azar meu, que já sou com o avesso dele, o que me impele a dizer: continue assim, que vc é M A R A V I L H O S O O O O O !!!!!!!!!!
    Não é fácil achar um homem que se abre tanto!!
    Amo o meu, mas vira e mexe ele se fecha, e eu fico batendo na porta.
    Ainda bem que encontrei você, para entender o que vai por aquela bendita alma.
    Vou te degustar virtualmente sempre que puder. um beijo.

  5. Day Says:

    Finais que se estenderam além do razoáve?? O que seria o razoável? Tenho um relacionamento que acabou, há cerca de 1 ano e 6 meses, e ambos tem a certeza de que não há condições de reatarmos, mas continuamos nos falando e nos vendo constantemente. E, muitas vezes, continuamos agindo como se estivéssemos juntos. Como explicar isso? Ou melhor o que eu faço com isso… Sou admiradora de tudo que escreves e este texto me mostrou a realidade que estou vivendo, mas ainda assim, não sei…..

  6. Anónimo Says:

    nossa Fabio eu agora tenho certeza que vc conhece a alma feminina, como vc consegui tocar fundo o meu coração …. sou uma mulher de 40, apaixonanda por um rapaz de 26 e sinceramente esta lindo …. penso que seja eterno enquanto dure …. lembro sempre aquela musica que diz tudo em relação a este relacionamento: ‘ele é so um menino e eu pagando pelos erros que eu nem sei se comenti’ . bjos querido …. vc é muito fofo … sensivel … agradavel … etc …….

  7. Anónimo Says:

    Fábio por favor me esclareça uma coisa:por que os homens sempre invertem a situação????Qd nós realmente achamos que vcs estão errados e nós estamos…enfim após um vacilo geral…uma falha injustificável ou um bolo gigante em plena sexta-feira…enfim:porque vcs sempre arrumam um jeito de inverter a situação,´nos mostrando que quem errou fomos nós com alguma tentativa de justificativa idiota!por favor fale a respeito pois vc é uma opinião masculina que ainda é ouvida por muitas muilheres…Bjs

  8. Anónimo Says:

    Pois eu continuo achando vc um chato de galocha. Êta mulherada carente! Vcs acham ele um ‘fofo’? Ahã… Eu acho que ele é previsível. Homem tem que ter pegada até para escrever, não fazer tanto a linha perfeitinho, porque não se enganem: não é! Pode ser inteligente e maquiavélico, pois sabe manipular bem as palavras para agradar as ‘meninas’. Algo meio Lord Henry/Dorian Gray. Sinistro…

  9. Rubens Says:

    fábio escreve este mesmo texto há cinco anos. Quanta falta de criatividade!!!

  10. Rubens Says:

    fábio escreve este mesmo texto há cinco anos. Quanta falta de criatividade!!!

  11. Janethe Fontes Says:

    Olha, Fábio, se essa moda pega, o negócio pode ficar feio. Já pensou em meio mundo de mulheres sem tomar banho, exalando o “tal cheiro de mulher”? Cruzes! (risos).

  12. Janethe Fontes Says:

    Olha, Fábio, se essa moda pega, o negócio pode ficar feio. Já pensou em meio mundo de mulheres sem tomar banho, exalando o “tal cheiro de mulher”? Cruzes! (risos).

  13. Amélie Says:

    Impressionante como o ser humano, na imbelicidade do dia a dia, nessa coisa de rodar a chave na maçaneta e precisar colocar o lixo na rua, não está atento ao que acontece dentro.

    Gostei deste espaço.
    Bom final de semana.

  14. Anónimo Says:

    Sabe de mais uma coisa? Kurt Cobain era mesmo o máximo-mas que estranha intimidade a dele com a morte!vc é um encanto, mas que intimidade é esta com a tristeza! Deus do céu…ser homem pesa tanto assim? às vezes,abraçada a um namorado, eu penso que estou tocando um cristal finissimo…não é a toa que o sentimento de paixão ceda o lugar à ternura, e que, de repente, vcs fujam da gente porque passamos a fazê-los sentirem-se Édipos conscientes…Mas nisto está TAMBÉM o grande encanto de um homem, este “tinido” de cristal que me assusta às vezes.Há uma beleza, aí – trágica ou não, mas fascinante, e eu fico muda, sem palavras quando “ouço” este som imaginário.Por isto, não sei que dizer a vc, mas envio minha ternura-e agradeço o misterioso “tinido”, criador de um sortilégio único …

  15. Anónimo Says:

    q comentário ridiculo….esse anterior aí…..bem intencionado,mas ridiculo.

  16. Anónimo Says:

    sempre leio seus textos e vejo falar de amores acabados.pois o meu também acabou .e opior não foi das duas partes ao mesmo tempo…eu e meu marido estamos daquele jeito de fim de filme anunciado…esperando umatrilha sonora triste ao fundo que não vem, nem apaixão que não volta.paralisados a espera do desepero…triste e banal…trágédia pessoal corriqueira…vertigem de queda iminente…

  17. Anónimo Says:

    meus deuses… fábio (fábia?), vc pode ser o causador (a) de um suicídio coletivo! cuidado, essa mulherada leva muito a sério esses seus textinhos de escritor barato. já que vc tem poder sobre essa mulherada carentéééésima, que tal vc começar a incentivá-las a pensar em outra coisa que não seja trágica, triste e deprimente? Tipo assim: vejam o lado bom da situação? Elas parecem rogozijar-se com a tristeza. Merecem levar mil pés na bunda, ninguém merece gente chata desse jeito. Por isso gosto de vir aqui dar uma espiada menos por causa de seus textos e mais por causa dos comentários de suas fãzocas. Eu morro de rir, é divertido! Nunca vi tanta bobagem junta.

  18. Anónimo Says:

    oie fabio cd vc? tem uns dias que seu texto não muda. to c/ saudades! estou triste e precisando ouvir uma palavrinhas suas! não tenho sorte no amor…. meu filho não me obedece …. so no trabalho tenho alegrias …..diga para mim o que eu faço? estou triste e deprimida . favor falr comingo vou esperar sua fã

    sol

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: