Os novos amores


“E pronto. Finalmente completamos a convalescença amorosa. Estamos num bar, numa festa, e somos assaltados subitamente pela visão miraculosa de uma mulher como jamais existiu outra. Por ela somos capazes de tudo. Talvez até de deixar de ver uma partida de futebol do nosso time domingo à tarde. Talvez. E ela corresponde, com certeza. Aquele olhar demorado, quase fixo, sorridente: não há como se enganar. Logo os primeiros encontros, logo as regras peculiares de cada história de amor, logo os códigos, logo os risos constantes que marcam todo começo.”

3 Respostas to “Os novos amores”

  1. Julia Says:

    Lembre-se: Nem sempre será assim…
    Essa crônica é fantástica!
    bjs,
    Julia

  2. claudia Says:

    é delicioso isso. esse olhar que fala mais que um amontoado de palavras sem nenhuma necessidade.
    olha
    tem outra razão pela qual adorei seu blog
    ele fala de amor.
    beijo

  3. Rosi Costa Says:

    Lindo, perfeito
    Traduz exatamente o que estou vivendo, muitas descobertas, muitos beijos, muitos olhares.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: